Eu sou uma boba, romântica, patética, que vivo recitando poemas mentalmente para alguém que eu nem ao menos encontrei, alguém quem o destino ainda não me apresentou, alguém por quem eu acompanharia em todos os cantos do mundo. Eu ainda nem conheço o tal do “você” que eu poderia amar, mas eu preciso tanto, tanto que chega a doer; não se trata de carência, se trata de algo maior, uma necessidade. Uma necessidade que quando for saciada meu coração não vai parar de gritar teu nome nem por um segundo sequer. É uma necessidade de saber o que é isso que todos falam, essa felicidade que eu vejo em tantos casais. É uma necessidade de se sentir completa, sem ter mais necessidade nenhuma. Sorrir de verdade, porque eu teria algum motivo de verdade para me sentir feliz. A vida parece ser bem mais simples quando encontros o tal do “você”.Entretanto parece que não sou uma das pessoas que têm essa sorte.Meus “você’s” vêm sendo desastres atrás de desastres. Idealizações românticas e patéticas. Talvez seja apenas um coadjuvante na minha comédia. Quem sabe foi um engano também. Apaixonar-se até agora só me mostrou um jeito excelente de sofrer. Talvez Deus esteja preparando o meu “você” mas espero que ele tenha o seu sorriso. Ta vendo como me complico? Desejo alguém perfeito e te coloco no meio, sendo que tem suas inúmeras complicações que junto com as minhas se complicam mais ainda. Esse “você” deveria ser perfeito, daqueles do tipo príncipe encantado assim como retratam os contos de fadas. Mas o meu “você” se encaixa mais no ogro, na imperfeição, e eu gosto disso.
By: Paula, Paloma, Renata and Ana Beatriz written in imperfeita-s.
Posted Há 1 dia, 40 notas Reblog
Uma brisa fresca entrava pela janela, trazendo consigo um aroma floras e refrescando o ar que há tempos estava mais seco que o habitual. A brisa tinha um cheiro diferente, parecia trazer algo além de apenas moléculas de oxigênio. Fui invadida por uma alegria contagiante, como numa batida de carro. Rápido e inesperado. A brisa trazia consigo a alegria de uma criança, a inocência de um palhaço de circo, uma vontade de se renovar, de se amar, de ser. E como numa batida de um carro, logo após veio o inevitável: o torpor. E foi assim, rápido e inevitável. A imensa felicidade que senti poucos minutos atrás se transformou em um poço de mágoas e tristezas. Sinto uma ardência desconfortável atras dos olhos já posso até sentir as lágrimas escorrendo sobre meu rosto e um arrepio tão grande que sinto meus ossos estremecerem. Juro que tento me controlar, mas as vezes é inevitável demonstrar um ato de socorro como o choro. Espero que um dia eu volte a sentir essa brisa novamente, digo por um tempo ilimitado. Pois a alegria que essa brisa trouxe em seus poucos instantes conseguiu transformar tudo de ruim que existia dentro de mim em rosas, e seria assim para sempre se junto com essa enorme alegria não viesse junto a tristeza e a dor, que arrebatam como qualquer outra coisa. A vontade de tornar-se melhor foi embora assim que a incapacidade de transformar um misero ponto de tristeza em felicidades chegou, e assim, a deliciosa brisa se foi, restando apenas as incômodas lágrimas em meus olhos. Hoje sou metade tristeza, metade saudade. E minhas metades vivem a competir uma com a outra, pra ver quem toma conta de mim primeiro. Fico me imaginando feliz de novo quando a brisa, aquela, que passou tão pouco tempo comigo, voltar a me fazer ver alegria onde tudo agora é tristeza. Minha vida atual se resume em lágrimas, lenços amassados e olhos inchados. Sonho com o dia em que eu serei apenas sorrisos. Enquanto a brisa não volta pra me trazer alegria, ficarei por aqui mesmo, esperando que coisas boas me aconteçam, ou apenas vendo a vida passar.
By: Isabelle, Lívia, Ana Laura and Amanda R. written in imperfeita-s
Posted Há 4 dias, 42 notas Reblog
Cheguei numa fase que nem o vento sopra a meu favor. As pessoas pro quem me importo simplesmente dizem que meus dramas são fúteis, que minhas necessidades são baratas, que se eu continuar travando batalhas contra mim mesma eu irei sucumbir. Poxa, como é simples dizer essas palavras encorajadoras “Não ligue, tudo vai passar.”. Tudo vai passar e me levar junto, me arrancar de mim mesma. Isso é tudo que gostaria de ouvir. Aliás, gostaria de acreditar nessas palavras. Depois de tantas desventuras, alguns consolos perdem o sentido. Um abraço ou um café em boa companhia, entretanto, é sempre bem vindo. Não sou exatamente uma boa pessoa. Alguém que não merece as desavenças da vida, eu mereço. O que não acredito é que precise enfrentar tudo sozinha. Será que alguém pode se dar ao luxo de ajudar? E não simplesmente dizer ”Vai ficar tudo bem”, se vai ficar ou não , você não é Deus para saber, e se tudo piorar? Custa ajudar? Sua mão não irá cair, isso eu prometo. Só não quero ficar sozinha. Isso dói e me destrói mais ainda, sozinha eu fico vulnerável a mim mesma. Palavras amigas, abraços verdadeiros, pessoas que se importam, vivo me perguntando se ainda existem, mesmo perdida dentro de mim mesma, nunca neguei ajuda á alguém, pelo contrário, é vulnerável que eu consigo ajudar. E porque motivo as pessoas não conseguem fazer o mesmo que eu? Eu só preciso de paciência, conselhos e um bom café.
By: Paula, Renata, Samara and Ana Carolina written in imperfeita-s
Posted Há 6 dias, 88 notas Reblog
Ainda que tudo conspire contra nós, ainda que tudo pareça estar errado e as lágrimas venham a preencher os nossos olhos, eu estarei com você. Ainda que o tempo apague boa parte das nossas boas lembranças, e a vida te afaste de mim, eu estarei te amando exatamente da mesma maneira que sempre amei. Ainda que outro alguém apareça e você a escolha para a sua vida, eu sempre esperarei para que você volte atrás. Ainda que hajam feridas em nosso passado, ainda que o ciúme seja maior, muitas vezes, que o próprio sentimento que ambos temos um pelo outro, eu sempre lembrarei que posso confiar em você. Não adianta fingir, eu te amo. E dessa vez não é como os meus casos de adolescente, é algo pra via inteira, você é o único futuro que quero para mim… Já tentei pensar na possibilidade de ter outra pessoa em mim vida, mas não consegui, digamos que é somente com você que eu imagino a minha vida, nenhum outro. Nunca dei sorrisos tão verdadeiros ao lado de alguém e muito menos pensei que pudesse dar, não imaginaria que alguém pudesse me entender tanto, até mais que eu. Sei lá, talvez eu goste como você me mostra o lado idiota de tudo. Talvez eu te ame de mais, ou você me ame de menos. Talvez eu ainda seja infantil no quesito amor. Eu ainda estou aprendendo a amar como um bebê aprende a andar, estou apenas engatinhando no amor. Eu te amo de uma forma diferente. Não é como dizem nos livros, filmes ou histórias contadas num bar. É algo somente meu e seu, um sentimento tão puro que mexe comigo da cabeça aos pés me deixando com um sorriso enorme e pernas bambas quando você se aproxima. Eu te amo e poderia falar isso o dia inteiro sem me incomodar nem um pouco, porque eu amo o jeito que você sorri inclinando a cabeça pra traz toda a vez que digo isso. O fato é que eu estou completamente apaixonada por você. Você tem aparecido em meus sonhos, é como se tudo ficasse mais feliz com você aqui. Eu me sinto uma menininha assustada quando percebo o quanto deixei meu coração bater forte por você, tu toma conta dele, ele está em suas mãos e o meu maior medo é você machuca-lo. Eu e você temos nosso passado que nos persegue, mas, quando eu estou com você, é como se todas as mágoas não existissem mais. Eu quero estar com você num futuro calmo e livre de tudo, quero ficar do seu lado, te amar e te cuidar. Meu amor cresce toda vez que eu te olho, você me deixa hipnotizada no seu sorriso.
By: Stéfanny, Ana Carolina, Lívia and Mayara written in imperfeita-s.
Posted Há 1 semana, 202 notas Reblog
Você não gosta dele, você só é carente demais. Ele não te dava tudo que precisava, não te ligava tanto, não te dava toda a atenção que você cisma, ele nunca se importou se você dormia bem ou não. Quase nada que dizia era verdade. Você só acreditava porque queria ter essa sensação de ter quem cuidasse de ti. Sei que você sempre precisou disso, pelo menos uma vez você tinha alguém. Ninguém te culpa, só que já está na hora de acordar pra sua realidade. Você vai ter de verdade tudo isso, mas não será com ele. Desapega, tem algo muito melhor guardado pra ti e tenha a certeza que vai valer a pena abrir mão agora. Te prometo que ninguém mais vai te usar como ele faz. Seu sorriso vai ser o motivo da felicidade de alguém que vai te dar o devido valor. Finalmente alguém acordará todos os dias com orgulho de lhe ter e você sentirá o mesmo. Não precisa mais se iludir e apostar em algo tão sem futuro assim. Ele realmente não merece tudo o que você tem pra oferecer, ele não é digno de um amor, sequer paixão. E você não pode arriscar sentir tudo isso, então… Saia enquanto há tempo. Ele não te merece nem nunca vai merecer. Ele não merece ser o motivo pelo qual você chore, muito menos ser o motivo do sorriso mais belo. Eu sei que você vai achar a tal pessoa que tanto deseja, a tal pessoa que você inveja desse garoto e acha que é o certo pra ti, mas no fundo você sabe que não ele o certo e que precisa ter-lo só pra ter essa maldita sensação de ter alguém como tantas outras pessoas tem. Sua hora vai chegar, não tenha pressa… Apenas guarde, sem pensar nisso o tempo todo, quando menos esperar e menos merece a tal pessoa aparece. Porém a pessoa certa não irá chegar, se você ficar perdendo seu tempo com a errada. E você sabe que ele é tudo, menos o cara certo. Acorda garota, você merece bem mais! Merece alguém que esteja disposto a lhe dar o mundo, o céu e as estrelas se preciso for, alguém que te tire do chão, que traga um brilho especial pros seus olhos e não apenas lágrimas e noites mal dormidas. Você merece, e não deve se contentar com menos do que isso. Primeiro, porque nenhum amor deve ser mendigando. Segundo, porque todo amor deve ser recíproco. E terceiro, porque você é inteira demais para aceitar alguém pela metade. Então nunca se esqueça de que não há problema em ficar sozinha por um tempo. Não faz mal não sentir ou se importar demais por um tempo. Relaxa, sua hora vai chegar. Ela sempre chega, te trazendo tudo pelo que você esperou. Então aprenda a esperar. E deixa pra trás esse cara, porque ele não vai te levar pra frente, não vai te levar a lugar nenhum.
By: Juliana, Isadora, Paloma and Laís written in imperfeita-s.
Posted Há 1 semana, 258 notas Reblog
Eu não tive chance de lutar contra. Eu, nem ao menos, percebi o que acontecia dentro de mim. Ele surgiu do nada e quando me dei conta já estava dependente do conforto do seu abraço. Nunca imaginei que fosse capaz de me entregar a alguém como estou entregue. Ou todas as músicas resolveram falar dele ou estou pensando demais no “nós” que ainda nem existe. Todas as canções parecem se dirigir a esse sentimento que estou carregando. Parece que tudo conspirou pra me fazer lembrar e me fazer querer mais uma coisa que nem sei se vai existir. Querer demais e não poder ter é a pior das maldições. Como viver com isso? Poder olhar, mas não pode tocar. O pior é quando chega a noite, nos sonhos ele me atormenta, me persegue, e eu não consigo fugir disso, eu sempre fui forte e tive a promessa de não cair jamais. Eu achava que seria imune a esse tipo de sentimento quando ele me atingisse, achava que poderia bloquear os pensamentos de um futuro com você, que seria só um gostar, e que acabaria quando eu quisesse que acabasse, mas eu me enganei tanto e agora o meu sentimento se tornou maior do que eu imaginava que poderia ser. Eu vejo os casais na rua e penso em nós dois, em como seríamos felizes se fossemos um casal de verdade. Sou tão boba. Você nem deve pensar em mim e nem deve passar pela tua cabeça esses pensamentos bobos que eu tenho. Você só deve gostar de mim, do meu corpo ou do meu sorriso. E deve conseguir me esquecer em uma simples ida ao barzinho, mas eu não. Estou completamente na sua. Estou presa em uma comédia romântica barata onde é só eu que sinto, só eu sou refém. Não imaginava que esse sentimento fosse assim instantâneo, já fiz promessas ao vento de não me deixar levar, mas é só passar em uma rua tumultuada e ver um casal já imagino nós, mas como isso pode ser possível? Não existe um nós, é minha imaginação pregando peças de um jeito torto, de um jeito que dói. Dói por saber que não é reciproco, dói por saber que nem motivos certeiros eu tenho para me sentir deste jeito por você, pois você nunca demonstrou nada nem para que eu me enganasse. Estou cega por um sentimento que nem deixei entrar e também que não aceita sair por nada, por mais surras que leve, por mais que eu tente convencer de que não vale a pena alimentar nada por alguém que não demonstra, eu perco esse jogo. Eu perdi, mas mesmo assim eu não desisto, há algo mais tolo do que isso?
By: Juliana, Samara, Stéfanny and Paula written in imperfeita-s.
Posted Há 1 semana, 72 notas Reblog
Eles se amam, mas não conseguem ficar juntos. Talvez seja o temperamento dela, ou até mesmo a grosseria dele. Eles brigam e sempre se querem ser o certo da história, mesmo que os dois estejam errados. Ela quer e para contrariar ele diz não. Ele tenta entender e ela complica. Quando estão juntos brigam, mas quando se separam por alguns minutos sentem saudades um do outro. Eles não concordam em nada, do sabor da pizza a qual filmes iram assistir. Todos dizem que eles nunca vão dar certo, mas para os dois eles foram feitos um para o outro. São felizes com essas briguinhas de casal, briguinhas por nada, briguinhas que quando acabam, eles nem se lembram mais porque começaram. Eles adoram se provocar, e competem pra ver quem se irrita primeiro com o outro. E depois riem de tudo. Eles gostam de chamar a atenção e quando dizem que eles não vão dar certo, eles riem ainda mais. Eles veem graça em causar na frente dos amigos e da família. Eles se divertem do jeito que são, e não pretender mudar. Eles brincam o tempo todo, mesmo durante uma briga. Sabe eles se amam assim, gostam de ser amigos acima de tudo. Ela caseira, ele festeiro. Nunca sabem como diminuir as diferenças e como decidirem aonde vão. Nessa brincadeira de diferenças, eles acabam se completando de maneira única. É como se no mundo todo não pudesse existir alguém que os fizessem mais felizes do que quando estão juntos. É como se eles se alfinetassem com agulhas de costura, e vão fazendo um vai-e-vem com a linha, e acabam por ficarem presos um no outro; presos nessa mania de fingirem serem complicados, fingirem serem crianças birrentas quando estão junto um do outro, a verdade é que eles são um par perfeito, a verdadeira poção do amor verdadeiro. E não ouse dizer mais uma vez que eles não darão certo, eles vão provar com muito gosto que não tem imperfeição mais perfeita que eles.
By: Larissa B., Amanda R., Mayara and Paula written in imperfeita-s
Posted Há 2 semanas, 211 notas Reblog
Escrever é a minha terapia.
Sempre que brigo com a dona Joana ou com quem seja, eu penso em escrever como é a reação de tudo isso dentro de mim. Pois cada palavra, pensamento ou ideia é uma mudança que está havendo em nós. Escrever talvez seja o que eu faça de melhor ou talvez seja o meu melhor. Dói saber que ás vezes a tal da dona Joana não perceba isso, não perceba que há sim um lado bom em mim como há um lado ruim. A verdade é que não é apenas a dona Joana que é assim, muitas pessoas são assim. Muitas pessoas só olham o lado ruim do mundo, das pessoas e das atitudes. Sempre vê maldade onde não tem. Não sou inocente e muito menos idiota, sei que todos temos um pouco de maldade e nem é por mal, mas o mundo nos fez ser assim. Nos fez ser mais rígidos com os nossos sentimentos e verdades. Tudo nos transforma, basta sabermos se essa transformação vai ser boa ou ruim, basta você balanceia com doses certas do que é certo para você, sem julgamentos e pleonasmos. Vamos abrir a porta da felicidade e dizer “Olá sol, hoje eu vou ser eu mesma!”. Qual o problema? Eu quero ser feliz, poder tomar minhas próprias decisões sem ter que ouvir os outros dizer que eu não posso, porque meu bem eles estarão errados! Porque sim, eu posso. E mais, se todos escolhessem ser feliz, o mundo seria um lugar melhor, onde as pessoas teriam realmente vontade de viver e de conviver com os demais, mas cá aqui entre nós, isto não é bem assim! Mesmo sabendo que nem tudo é uma coisa boa ou que algumas pessoas tem o dom de serem pessimistas, isso não quer dizer que eu tenha que ser também. Sei lá, mas as vezes é maravilhoso acordar sorrindo, de bom humor, dando “Oi” até para as paredes e cortinas da casa. Acho que se talvez, todos nós fizéssemos um esforço para melhorar as coisas, elas melhorariam. Fora que eu não sou “todo mundo” como minha mãe sempre falou, tenho que ser diferente, e sou! Sou assim diferente de várias formas, minhas manias e gestos são estranhos e muita gente não entenderia metade do que eu falo ou penso. Me dou bem com pessoas, mas a o mesmo tempo não. Eu sou diferente e como dizem o diferente as vezes é bom, então eu tento mostrar que mesmo diferente me aceito por isso, e espero encontrar pessoas que me aceite, errada ou certa, mas do meu jeito.
By: Marcela, Letícia, Ana Carolina and Larissa B. written in imperfeita-s
Posted Há 2 semanas, 58 notas Reblog
Mas que loucura acreditar que ia dar certo. Mas que loucura pensar que você era diferente, quando minhas amigas falavam que você era igual aos outros. Eu preferi acreditar em suas palavras vazias do que em pessoas que eu confiei minha vida toda. Tamanha insanidade invadiu minha mente, e quis me aventurar em teus beijos, em tuas loucuras, que me pareciam ser tão certas. Mal eu sabia, o quanto essa coragem insana de me envolver com você ia dar. Eu me deixe levar por teus olhos brilhantes e tuas falas calculadas com palavras bonitas que finalizavam a solução da equação com meu rendimento total a você. Como pude ser tão tola, tão infantil, tão mulherzinha mal amada. E veja só no que deu, você se juntou a nossa coleção de homens que não valeram a pena, de vergonhas do passado, em blusa manchada com vinho tinto, ou pior, com açaí. Você se tornou piada mal contada e sem graça. Você mesmo, que prometeu me dar céus e mar, e simplesmente me deixou à deriva em um sonho em meio à uma piscina vazia; bem nessa balela vergonhosa e sem sentido. Mas é verdade que quando a gente ama nada mais importa, ficamos cegos, e mais do que cega eu fiquei totalmente louca, afundada na insanidade. Larguei tudo por você e quando eu menos esperava você largou também. Eu me entreguei completamente a você e só o que recebi em troca foi sofrimento. Você me encheu de falsas esperanças, me fez pensar que era o cara certo pra mim, me fez arquitetar nosso futuro inteiro juntos, mas mostrou que era exatamente igual aos outros na primeira oportunidade que teve. Me encantou com o seu papo, me encantou com a sua fabulosa viagem dos deuses e me enganou com as palavras ditas que fomos unidos pela destino. Grande mentiroso é isso que você é. Brincou comigo como se eu fosse o seu fantoche, debochou dos meus pequenos sonhos e planos de um dia ter você em meus braços novamente. Realmente você se juntou ao fracasso da minha vida amorosa, você se juntou a ruína de caras que despedaçaram meu coração por apenas brincadeira. Brincadeiras torturas essas suas não acha? Pois hoje meu coração foi ferido, mas um dia será o seu e eu apenas vou rir por você ser a nova piada dos corações machucados.
By: Eduarda, Paula, Isabelle and Marcela written in imperfeita-s
Posted Há 2 semanas, 78 notas Reblog
Então vamos lá, mais uma vez me pego escrevendo para você. Jurei mil vezes para mim mesmo que nunca mais escreveria, e todas às vezes disse ser a última, mais eu sempre acabo escrevendo. Talvez seja porque você ainda continua sendo o amor da minha vida ou apenas porque eu odeio o fato de não ter você ao lado para falar o que sinto ou expressar, então a única maneira que encontro para falar com você e sentir você um pouco mais perto e escrevendo e vivendo tudo aquilo de novo, mesmo que seja só em lembranças. Dessa vez não vou falar o quanto você foi ruim e nem mesmo como você estragou o que tínhamos, eu queria mostrar para o mundo o quanto você foi bom para mim e o quanto eu ainda preciso de você. Mas você ta tão distante, na verdade sempre esteve, mas eu sentia sua alma aqui junto da minha e hoje não mais. Me acompanham os sorrisos, brincadeiras e até mesmo as brigas, várias lembranças passam na minha mente nesse momento de solidão. Eu só queria você aqui, como era antes, na presença física da qual se doava inteiramente pra mim. Se prendia num mundo que era só nosso. Me encontro aqui, com lembranças e a falta de coragem para lhe dizer tudo que sinto, uma insegurança, medo da rejeição. Não é necessidade, é saudade. Sinto falta de você e de nós. Sinto falta do seu cheiro, do seu chamego e do quão bonito soava meu nome ao som da sua voz. Sinto falta do seu toque, das suas mãos apertando minha cintura, da minha coxa sentido o calor do seu corpo. Eu apenas sinto falta. Sou saudades infinitas de nós, sou um álbum de mil e uma palavras sobre tudo que sinto falta em você e em mim. Pois é, porque até saudade de mim perto de você, eu consigo sentir. Eu não necessito de você, eu apenas descobrir que você foi a melhor coisa que me aconteceu e sinto falta da minha fase feliz. Aquela frase clichê que todo mundo fala “eu era feliz e não sabia”, mas eu sabia. Sempre soube que a minha felicidade era estar contigo, mesmo com os nossos momentos de brigas. Mas acabou. Hoje me pego apenas lembrando da nossa vida e sonhando com a continuação dela, um grande sonho que já nem sei mais se é possível. Me pego pensando como as coisas teriam sido se tivesse dado certo e olha, admito que seríamos um belo casal, um casal com mil histórias pra contar para os netinhos. Uma história de amor tão bela que não me arrependo das coisas que fiz e nem das coisas que deixei de fazer. Uma história de saudade, com um gostinho de quero mais.
By: Larissa B., Ana Beatriz, Marcela and Paloma written in imperfeita-s.
Posted Há 2 semanas, 72 notas Reblog